30/09/2021

Como conseguir um empréstimo: saiba tudo que é necessário

Tem dúvidas sobre como conseguir um empréstimo? Pois saiba que esse processo pode ser mais simples do que você imagina. Inclusive, é fácil conseguir um empréstimo com boas condições. Como juros baixos e um prazo amplo para pagamento.

Para isso, você só precisa seguir algumas dicas básicas. Veja neste conteúdo que preparamos para você!

Antes de mais nada, entenda porque precisa de um empréstimo

Um empréstimo é uma dívida. Por isso, para fazer um, você precisa ter certeza de que precisa do dinheiro.

Mesmo quando as ofertas são “tentadoras”, obter o crédito sem um objetivo definido pode se tornar um grande problema. Você terá valores em mãos mas, sem meta, vai acabar gastando-o por gastar. Mas a dívida já terá sido feita, e então você terá que arcar com ela.

Então, saber qual seu motivo para pegar um empréstimo é o primeiro passo. Analise sua situação, o que você pretende e quanto precisa. 

Talvez seja possível obter os valores de outra forma. Por exemplo, vendendo coisas que você não usa mais em casa. Ou então, conseguindo um trabalho extra, os famosos bicos.

Qualquer empréstimo tem taxas e juros. Então, você vai pagar mais do que recebeu emprestado. Por isso, se você puder evitar a operação, melhor. Agora, o crédito também não precisa ser um problema. Se você souber escolhê-lo bem e tiver um objetivo, pode aproveitar dos valores que receber. 

Seu CPF está limpo? | Consulte

Veja como conseguir um empréstimo

A seguir, listamos as principais dicas que você precisa seguir para conseguir um empréstimo. Acompanhe!

Identificar opções disponíveis

Existem várias opções de empréstimo disponíveis no mercado. Não apenas em diferentes empresas, mas também diferentes tipos de empréstimo.

Por isso, na hora de obter o crédito, é muito importante pesquisar e identificar suas opções. Dessa forma, você terá mais segurança de encontrar um bom empréstimo, com condições que cabem no seu bolso.

Um dos tipos de empréstimos que você pode fazer é o pessoal. Ele costuma ser aprovado com facilidade pelo banco. Porém, também pode ter juros altos, então atenção.

Outra opção, com juros mais baixos, é o empréstimo consignado. Ele está disponível para trabalhadores CLT, aposentados e pensionistas do INSS, e servidores públicos. Incluindo membros das Forças Armadas.

A grande diferença do consignado é que seu pagamento é feito de modo “compulsório”. Isso porque, o valor das parcelas é descontado automaticamente da folha de pagamento do indivíduo. É por isso que a financeira cobra juros mais baixos nele, porque tem mais segurança no pagamento.

Você ainda pode fazer um empréstimo como refinanciamento. Pode ser um refinanciamento de carro, de imóvel ou outros bens.

Neste caso, o bem é dado como garantia à credora. “Em troca”, você vai receber o valor do crédito desejado. Depois, você vai pagar as parcelas do empréstimo. O bem poderá ser utilizado por você normalmente. Ele só será “tomado” se a dívida ficar em aberto.

Saber quanto pode pagar na parcela

É essencial saber com quanto você pode realmente arcar em um empréstimo. Ou seja, qual o valor máximo da parcela que você vai quitar ao banco todo mês.

Se possível, o ideal é comprometer essa folga para pagar a parcela de um empréstimo, sem atrapalhar seus demais gastos.

Saiba como conseguir um empréstimo

Analise o contrato com atenção

Antes de contratar seu empréstimo, tenha a certeza de avaliar bem o contrato de crédito.

Você deve entender quais são as regras do empréstimo e quais as consequências de não pagar por ele. Entenda também os juros da operação e seu CET. Ou seja, seu Custo Efetivo Total, o valor que você vai realmente pagar pelo crédito.

Com esse tipo de cuidado, você poderá obter os valores com boas condições. E principalmente, não terá nenhuma surpresa desagradável depois, como taxas extras.

Verifique os documentos necessários

Para contratar um empréstimo, é preciso apresentar alguns documentos à credora. Normalmente, são necessários apenas os mais básicos, como um comprovante de endereço e CPF.

Porém, outros precisam de um pouco mais. No caso do empréstimo com garantia, por exemplo, é preciso apresentar alguns documentos a mais referentes ao bem oferecido. 

O empréstimo como garantia é o refinanciamento que explicamos antes. Refinanciar um carro, por exemplo, vai demandar a apresentação dos documentos do veículo.

É possível conseguir empréstimo mesmo negativado?

Mesmo quem está negativado pode conseguir crédito no mercado. É preciso apenas escolher bem a credora, e o tipo de empréstimo.

Quem está com o nome sujo tem mais facilidade de conseguir um empréstimo consignado ou refinanciamento. Mas, se você preferir, também pode buscar um empréstimo pessoal.

Na verdade, as empresas têm requisitos diferentes para conceder um empréstimo. Então, pode ser que a credora A não libere os valores, mas isso não significa que a credora B fará o mesmo. Pesquise suas opções!

Planejamento para organizar as finanças | QuiteJá

Planejamento para organizar as finanças

Como citamos antes, é essencial planejar o orçamento antes de fazer um empréstimo. Apenas assim você terá segurança de obter o crédito.

Afinal, o planejamento vai evitar que você comprometa mais do que pode da sua renda. Com cuidado, você vai evitar criar outras dívidas por causa do crédito.

Além do plano para agora, lembre-se também de pensar no futuro. Normalmente, pagar um empréstimo demora vários e vários meses

Então, calcule quanto você vai precisar para colocar fim à dívida. Assim, você pode planejar guardar parte da sua renda para que, se caso algo acontecer, você ainda consiga pagar as parcelas com tranquilidade.

Conclusão

Na hora de obter um empréstimo, lembre-se que você precisa ter controle do orçamento. O empréstimo é uma dívida, mas como dívida não deve privar seu consumo, nem te fazer acumular outras dívidas.

Pensando nisso, antes de solicitar o crédito, se organize. Entenda qual a sua renda mensal e quanto você gasta em contas. Depois, analise quais são seus gastos supérfluos e veja o que você pode cortar. 

A partir daí, você terá maior noção da folga do seu orçamento e poderá solicitar o crédito desejado. Mas cuidado para não comprometer valores muito altos! Mesmo que eles sejam “o que sobra” no seu orçamento, podem fazer falta se você usá-los totalmente. Uma dica é sempre manter uma reserva guardada, para momentos de urgência.

_________________________________________________________________________________________________________

Este conteúdo foi desenvolvido pela Juros Baixos em parceria com a QuiteJá. Para ter mais informações sobre educação financeira acompanhe nosso blog e nosso canal no YouTube.

QuiteJá

Uma plataforma que nasceu para resolver suas pendências financeiras de maneira segura e sem burocracia. Tem alguma dúvida? Converse com a gente nos comentários!

Posts Relacionados

Os melhores podcasts sobre finanças [+3 dicas bônus]
QuiteJá | 22/10/2021
Dívida Crediativos: como e onde negociar +3 vantagens
QuiteJá | 14/10/2021
Golpe do Pix: 6 tipos mais comuns + como se proteger
QuiteJá | 08/10/2021

Deixe o seu comentário!

Ir para o Topo