02/06/2021

Como consultar CPF grátis: 3 maneiras [+1 dica bônus]

Todo mundo, pelo menos uma vez na vida, já quis saber como consultar CPF. Isso é compreensível, já que este documento revela muito sobre a vida financeira das pessoas. E pode abrir ou fechar portas!

Mas ei, você sabia que nem sempre é necessário pagar para fazer uma consulta ao CPF? Existem meios grátis de realizar a busca. Nós vamos te ensinar três maneiras de realizar a consulta gratuitamente. E ah, tem também uma dica bônus!

Onde consultar CPF de graça?

Existem algumas opções para quem deseja consultar o CPF gratuitamente. Vale lembrar que, apesar de múltiplas opções, não é necessário consultar em todos os órgãos. Se o motivo da pesquisa é o score ou saber se o nome está sujo, apenas uma pesquisa basta.

Confira a seguir como consultar CPF grátis em três sites. São dicas que vão te ajudar a verificar score, situação cadastral e até mesmo dívidas com desconto.

Seu CPF está limpo? | QuiteJá

Receita Federal

No site da Receita Federal é possível consultar a situação cadastral do CPF. Esse tipo de informação é necessária quando se está planejando obter crédito – como em um empréstimo, por exemplo. 

Nessas ocasiões, saber previamente a situação do CPF é importante porque em alguns casos, o crédito pode ser negado. Ao consultar o CPF na Receita Federal cinco status de situações podem ser encontrados: Regular, Pendente de Regularização, Suspenso, Cancelado e Nulo. 

Na situação Regular significa que tudo está certo. Já nos casos de Pendente de Regularização e Suspenso é preciso corrigir a situação. A própria Receita Federal fornece orientações sobre o que precisará ser feito.

Cancelado significa que por falecimento ou decisão administrativa ou judicial o CPF não é mais válido. A situação Nula ocorre quando algum tipo de fraude no cadastro do contribuinte é constatada.

Vale mencionar que o comprovante gerado por este método não fornece informações a respeito da situação econômica, financeira ou fiscal do titular do CPF.

Cadastro Positivo do SPC Brasil

O SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) é um banco de dados gerenciado pela Câmara de Dirigentes Lojistas. De forma simplificada, esses dados são a reunião de informações do comércio de todo o país.

Dentro da plataforma do SPC Brasil existe o Cadastro Positivo. Esse sistema tem como função reunir informações de pagamento recentes. Mas além disso, é possível conferir dados cadastrais, score de crédito e também fazer a  consulta do CPF.

Essa é uma boa opção para quem deseja acompanhar com mais detalhes a própria vida  financeira.

QuiteJá

Descobrir uma dívida pendente não é uma surpresa agradável, não é mesmo? No entanto, fazer essa pesquisa pode significar também um descontão para se livrar do débito!

No site da QuiteJá você informa seu CPF e pode verificar se tem pendências em aberto. Em caso afirmativo, é possível até já realizar a negociação. São mais de 12 credores disponíveis e os descontos nas negociações podem chegar a até 90%.

Nossa plataforma 100% digital proporciona negociações todos os dias da semana, 24 horas por dia. Sem burocracia e sem ligações. Inclusive, alcançamos o selo Reclame Aqui de excelência em atendimento. Pode confiar!  

Dica bônus: Registrato

Essa dica bônus pode ser uma surpresa para você. O Banco Central do Brasil possui um sistema que registra todo o histórico financeiro de uma pessoa. Então, se a sua consulta do CPF tem motivações financeiras, o Registrato pode te ajudar.

É importante mencionar que o Registrato não faz consulta ao CPF, o sistema tem como finalidade fornecer informações referentes a chaves Pix, empréstimos e financiamentos, contas em banco e outros. 

Mas porque esse sistema é tão legal? Aqui entra o pulo do gato! Acessar o Registrato possibilita que você tenha um panorama geral da sua vida financeira. Com isso é possível utilizar seu histórico e comprovar que se é um bom pagador.

Aprenda como consultar CPF grátis | QuiteJá

É possível consultar CPF pelo nome?

Indo direto ao ponto: não é possível consultar CPF pelo nome. Isso se aplica tanto para a pesquisa pessoal (do seu próprio nome) quanto para a pesquisa de terceiros (outras pessoas).

Isso acontece porque o CPF é um documento pessoal e intransferível. Por questões de segurança, as informações atreladas a um CPF dizem respeito apenas ao proprietário do documento.

Consultar CPF abaixa o score?

Fazer a consulta de CPF não abaixa a pontuação do score. Porém, outras atitudes podem sim impactar sua credibilidade. Para evitar que seus números abaixem evite:

  • Ter débitos em atraso
  • Não ter contas registradas em seu nome
  • Pedir vários cartões de crédito ou empréstimos

Ficar de olho nessas ações pode contribuir para que você aumente seu score.

Meu nome está sujo, e agora?

Aprendeu como consultar CPF e descobriu que seu nome está sujo? Dívidas pendentes podem atrapalhar o aumento do seu score, como vimos anteriormente. Além disso, não é nada bom estar sob efeito de multas e juros.

Por isso, se você deseja dar um jeito nessa situação, procure seus credores. Assim você pode negociar e até mesmo parcelar o débito em aberto.

Percebeu que seu nome está sujo, mas não foi você que fez a dívida? Você pode ter sido vítima de uma fraude. Por isso, faça um boletim de ocorrência imediatamente. Em seguida, procure a empresa credora e converse sobre a situação.

Nesse tipo de situação, é bem importante procurar a assistência dos órgãos de defesa do consumidor.  

Conclusão

Viu só como realizar a consulta do CPF é fácil? O importante é saber bem o propósito da pesquisa. Desta forma, é possível recorrer diretamente ao local que melhor pode te ajudar.

Sendo assim, considere esta missão cumprida. Agora você pode ficar de olho no seu CPF sem gastar nenhum centavo para isso!

QuiteJá

Uma plataforma que nasceu para resolver suas pendências financeiras de maneira segura e sem burocracia. Tem alguma dúvida? Converse com a gente nos comentários!

Posts Relacionados

Como economizar no mercado: 17 dicas práticas
QuiteJá | 17/06/2021
Open Banking: como funciona, benefícios e cronograma
QuiteJá | 11/06/2021
Como economizar: 11 influenciadores financeiros para acompanhar
QuiteJá | 27/05/2021

Deixe o seu comentário!

Ir para o Topo