21/05/2021

Como economizar energia: guia completo com dicas infalíveis

Já recebeu uma conta de luz e pensou imediatamente em como economizar energia elétrica? Pois é, a conta de luz, às vezes, reserva surpresas desagradáveis.

Isso acontece porque, muitas vezes, o consumo de energia acaba sendo tão alto que fica difícil não refletir no bolso. O fato é que aprender a economizar energia é essencial.

Para te dar uma luz, compilamos dicas em um guia que vai te ajudar a economizar e evitar gastos a mais com energia elétrica!

Quais aparelhos mais consomem energia?

Um bom passo para começar a entender como economizar energia, é descobrindo quais tipos de equipamentos domésticos podem estar utilizando uma maior quantidade de watts. Aqui vale explicar que, de forma simplificada, watts pode ser definido como o consumo de energia por segundo.  

Sem dúvidas, todos os tipos de equipamentos eletrônicos consomem energia, porém existem alguns vilões que podem fazer com que a conta de luz fique acima do esperado.

Por isso, fique de olho nos seguintes aparelhos

Agora que você já sabe em quais aparelhos deve prestar atenção, que tal aprender alguns meios para economizar energia com eficiência? 

Como economizar energia na cozinha

A cozinha é o lugar de onde saem as coisas mais deliciosas da casa, certo? Porém, também é nela que se encontram alguns dos aparelhos que mais consomem energia.  Confira a seguir quais estratégias utilizar para que esses eletrodomésticos não extrapolem sua fatura!

Geladeira

Rainha da cozinha, a geladeira garante que os alimentos se mantenham refrigerados e ajuda a conservá-los por mais tempo. Então, como um equipamento tão sensacional pode prejudicar sua economia? Explicamos!

Nem sempre o modelo da geladeira em si é o problema, mas sim algumas atitudes. É importante se atentar a tríade vedação, localização e limpeza.

A vedação da geladeira impede que o ar frio saia, quando está tudo ok nesse sentido o gasto de energia é menor. Já quando a porta da geladeira não está fechando corretamente, o motor acaba sendo forçado a produzir mais refrigeração.

Quando perto de fontes de calor (como fogão ou janela em que há incidência de luz solar, por exemplo) a geladeira tende a absorver mais calor. Isso também resulta em maior trabalho para manter a temperatura.

Sempre manter o interior da geladeira apenas com alimentos dentro do prazo de validade e saudáveis para o consumo é outra dica. Itens estragados somam-se aos demais e significam mais elementos a serem resfriados. 

Freezer

Não é surpresa para ninguém que o freezer pode ajudar a mandar a conta de luz para as alturas. Porém, com dicas simples, você pode impedir o gasto a mais!

Evite guardar alimentos quentes no freezer. Essa prática não danifica o eletrodoméstico, mas faz com que ele consuma mais energia. Isso porque o aparelho precisará equilibrar as temperaturas, trabalhando a mais para manter a simetria.

Assim como acontece com a geladeira, evite posicionar o freezer próximo a exposição de calor. Isso garante que o aparelho não se sobrecarregue ao gerar mais refrigeração. 

Forno elétrico

Na batalha entre o forno elétrico e o forno a gás, sabemos que o forno elétrico sai perdendo. Isso acontece porque essa opção não é exatamente econômica. 

Como economizar energia nesse caso então? Vale a pena conferir se o seu forno elétrico possui isolante térmico. Os aparelhos que possuem esse tipo de manta térmica, mantêm-se quentes por mais tempo.

Caso o seu modelo de forno não tenha isolamento, é possível recorrer a duas alternativas. A primeira delas é a utilização consciente. Evite deixar o forno elétrico ligado por mais tempo do que o necessário.

Já a segunda dica diz respeito a uma prática comum: abrir o forno enquanto se está assando algum alimento. Ao abrir o forno, cerca de 20% da energia acumulada se perde. Para compensar essa perda, o forno gera mais energia. Portanto, segure a ansiedade e abra o forno só nos momentos certos.

Aprenda a como economizar energia: dicas simples e eficientes | QuiteJá

Economizando na hora do banho

O banho  é aquele momento sagrado em que podemos não apenas realizar a higiene pessoal, como também pensar na vida enquanto estamos envoltos por água quentinha. Tem coisa melhor?

Não e sim. Não tem coisa melhor do que um belo banho quente, mas economizar também está entre os pontos altos da vida adulta, não é mesmo? Por isso, confira dicas para aproveitar o momento do banho sem exagerar.  

Chuveiro Elétrico

Os adeptos de um banho quentinho podem se sentir pessoalmente atacados agora, mas é importante repensar a temperatura da água.

Nos dias mais frios o banho quente é justo, porém nos dias de temperaturas mais agradáveis, o recomendado para economizar energia é que o banho seja em água morna.

Além disso, quando for tomar um banho quente, opte por desligar outros aparelhos. O chuveiro elétrico consome bastante energia e, além de economizar, essa atitude ajuda a prevenir a sobrecarga da rede elétrica – e, consequentemente, um curto-circuito. 

Gosta de realizar discursos e shows enquanto toma banho? Apesar da imaginação voar nessas horas, tente maneirar. Fechar a torneira no momento de se ensaboar e tentar tomar banho mais curtos são outras ótimas táticas de como economizar energia.

Secador e chapinha

Para quem gosta de secar os cabelos logo após o banho, as dicas de economia de energia também são válidas.

Tanto para o uso do secador quanto para o uso da chapinha (ou dos dois em sequência), é importante secar os cabelos com uma toalha. Retirar o máximo possível de umidade dos cabelos, faz com que o processo de secagem com esses equipamentos seja mais rápido.

Equilibrando bem-estar e economia

Algumas atividades em casa ajudam a manter o bem-estar, mas podem somar pontos negativos para quem pretende economizar energia. 

Televisão

A televisão é um dos eletrônicos que passa mais horas por dia ligada. Algumas pessoas, inclusive, têm como costume dormir enquanto assistem algo. E é por isso que a televisão tem uma parcela de culpa na conta de luz alta.

Um bom jeito de economizar é evitar que a TV fique em modo stand by. Isso porque mesmo que esteja em repouso, nesse caso, o aparelho continua consumindo luz.

As configurações estão a nosso favor, reduzindo o brilho e utilizando um contraste moderado é possível contribuir para um economia de energia também.

Desligar a TV quando ninguém estiver assistindo e retirá-la da tomada são igualmente ótimas iniciativas. 

Videogame

Queridinho entre crianças e adultos, o videogame é um dos itens que mais contribui para promover a diversão em casa. Porém, assim como no caso da televisão, é preciso estar atento aos hábitos envolvendo os jogos. 

Atualmente, muitos modelos de videogames possuem ligação com a internet, essa função que torna a hora de jogar tão empolgante, promove também um gasto maior de energia elétrica. 

O ideal é que quando não estiver em uso, o videogame seja retirado da tomada.  

Ar-condicionado

O ar-condicionado, em muitos casos, deixou de ser um artigo de luxo e passou a ser um item necessário para sobreviver às temperaturas intensas.

Então, como economizar energia mantendo o ar ligado? Limpar o filtro com a frequência recomendada por especialistas e ativar a função timer são dois passos bem simples, mas que já promovem uma economia. 

Outras funções do ar-condicionado também podem ajudar. A função sleep, por exemplo, diminui a potência gradualmente contribuindo para uma redução do gasto de energia.

Aquela velha conversa de sempre manter o ambiente fechado quando se está com o ar ligado é também uma boa dica. Assim, evita-se a entrada de ar com outra temperatura, mantendo o ar-condicionado sem esforços extras para nivelar o clima.

Quando a conta de luz vem muito alta: o que fazer?

Tentou economizar mas não teve sucesso? Para além do que já foi mencionado até aqui, nos casos em que a conta de luz vem muito alta é preciso ter um olhar minucioso. O primeiro passo é identificar se há alguma cobrança inesperada.

O aumento da luz pode se dar por erro na medição, por exemplo. Nesses casos, é preciso entrar em contato com a concessionária de energia e pedir a revisão na conta

Verificar qual bandeira tarifária está em vigência também pode revelar a causa do aumento. No Brasil, existem três bandeiras: a bandeira verde, a bandeira amarela e a bandeira vermelha (Patamar 1 e Patamar 2).

A bandeira verde é a única que não significa um aumento da tarifa de energia elétrica, as demais correspondem a aumentos no valor do kWh (kilowatts hora) consumido. Sendo a bandeira vermelha (patamar 2) a com o aumento mais significativo.

Outra causa do aumento da conta de luz são os aparelhos eletrônicos muito antigos que, por sua vez, podem consumir muita energia. Nesse caso, avalie se é possível fazer a substituição por modelos mais novos.

Como economizar energia ajuda o meio ambiente

No Brasil, o consumo de energia está diretamente ligado ao consumo de água. Isso se deve a um fator específico: mais de 80% da energia produzida no país advém de hidrelétricas.

A conta dessa equação pode parecer confusa, mas quanto maior o consumo de energia, maior também a demanda por água. Com o desperdício ou com o consumo exacerbado de energia, são necessários mais milhões de litros de água para que as hidrelétricas funcionem e a energia continue chegando até nós. 

Quando falamos em hidrelétricas, é importante mencionar que a construção dessas usinas causa graves impactos ambientais. Cursos de rios podem sofrer interferência, há uma enorme área de terra utilizada e por causa disso muitas espécies de vegetações e de animais são afetadas. 

Ou seja, entender como economizar energia não só poupa uma graninha como também ajuda a salvar o meio-ambiente!

Hábitos para economizar energia

Além das dicas já mencionadas, alguns hábitos podem ser utilizados para potencializar sua economia. Olha só:

  • Apaga a luz, apaga tudo! Saiu de um ambiente? Aproveite e já apague a luz. 
  • Nada de abrir a geladeira para pensar!
  • Aproveite a luz natural que, além de ser ótima para fotos, não gasta energia elétrica.
  • Colocar o celular para carregar e ir dormir nunca mais. Opte por manter o carregador na tomada apenas quando for, de fato, utilizá-lo.
  • Sabe aquele velho truque de secar roupas atrás da geladeira? Cancele esse “jeitinho”, porque ao fazer isso você está sobrecarregando a geladeira e, claro, gastando mais energia.
  • Se possível, realize a substituição das lâmpadas incandescentes por fluorescentes ou de LED. 

Dicas infalíveis para economizar energia

Outras formas de economia também podem ser adicionadas à rotina, a fim de promover um consumo mais prudente. 

O Programa Brasileiro de Etiquetagem traz informações sobre os mais diversos produtos com o objetivo de informar consumidores sobre desempenho e outros níveis. Ao observar as instruções sobre as etiquetas de eletrodomésticos, é possível entender melhor o consumo de energia. E claro, prezar pela compra de eletrônicos com melhor eficiência energética.

Para quem quer ir direto para a economia, o selo PROCEL é uma certificação presente em lâmpadas e aparelhos eletrodomésticos que consomem menos energia. Priorizar equipamentos com esse selo garante economia de energia elétrica!

Conclusão

Com todas essas dicas você viu como economizar energia elétrica é uma tarefa bem mais fácil do que parecia? Apesar de ser necessário seguir alguns passos à risca, a ação de poupar energia pode ajudar seu bolso e criar bons hábitos na sua vida.

Portanto, tente colocar nossas dicas em prática. Assim, sua fatura mensal de luz não terá surpresas e você poderá economizar dinheiro para aliviar contas atrasadas, viajar ou até mesmo fazer um “pé-de-meia”! 

QuiteJá

Uma plataforma que nasceu para resolver suas pendências financeiras de maneira segura e sem burocracia. Tem alguma dúvida? Converse com a gente nos comentários!

Posts Relacionados

Auxílio Brasil: tudo o que você precisa saber sobre o substituto do Bolsa Família
QuiteJá | 30/11/2021
Black Friday: 7 experiências para comprar e aproveitar
QuiteJá | 21/11/2021
5 coisas sobre economizar dinheiro com Júlia Mendonça
QuiteJá | 18/11/2021

Deixe o seu comentário!

Ir para o Topo