24/05/2022

Consórcio: como funciona, 4 tipos e como fazer

Tá pensando em aderir a um consórcio, mas não sabe muito sobre o assunto? Então chegou a hora conhecer mais sobre essa modalidade de compra!

Neste conteúdo, respondemos as principais dúvidas relacionadas ao mundo dos consórcios para que você possa fazer uma escolha sábia e sem estresse. 

Vem conferir com a gente quais são os tipos de consórcio, como fazer um e até mesmo as vantagens e desvantagens!

Deixe seu score nas alturas | QuiteJá

O que é um consórcio e como funciona?

O consórcio é basicamente um grupo de pessoas com um objetivo em comum. Nesse caso, especificamente, a união desse grupo de pessoas tem como finalidade adquirir um bem ou serviço.

Quando falamos de união de pessoas, abrangemos tantos pessoas físicas quanto jurídicas.

Glossário do mundo dos consórcios 

Antes de explicarmos como o consórcio funciona, é importante que você esteja por dentro de  algumas palavras que são muito comuns no dia a dia de quem trabalha ou de quem adquire um consórcio. 

Por isso, aqui estão algumas informações que você precisa ter:

  • Administradora: instituição financeira ou empresa responsável pela organização e administração dos grupos de consórcios. 
  • Assembleia: é uma reunião dos integrantes para que informações sobre o andamento do consórcio sejam repassadas, além de ser o momento para a realização de lances e/ou sorteios.
  • Carta de Crédito: crédito do consorciado quando contemplado por sorteio ou lance.
  • Consorciado: pessoa que participa de um consórcio. 
  • Contrato de Adesão: é o documento que firma entre consorciado e administradora um vínculo jurídico e atesta a participação de uma pessoa em um grupo de consórcio. Neste documento também estão descritos todos os direitos e deveres das partes envolvidas.  
  • Cota: parte que cada consorciado detém na formação do saldo do grupo que participa.
  • Cota contemplada: cota que tem direito à carta de crédito — seja por meio de sorteio ou por lance vencedor.
  • Fundo de reserva: é um valor cobrado mensalmente, juntamente com as parcelas, como garantia de funcionamento do grupo – cobrindo possíveis inadimplências, por exemplo. 
  • Lance: oferta de um valor como forma de adiantamento das parcelas do consórcio.
  • Lance livre: os participantes do consórcio podem dar lances, nesse caso, o maior lance é contemplado.
  • Lance fixo: nesse tipo de lance, existe um valor fixo pré–determinado pelo grupo. Dessa forma, todos os que derem um lance fixo concorrem no sorteio para ver quem será contemplado.

 Como os consórcios funcionam 

Os consórcios funcionam da seguinte forma: todos os meses, os integrantes do consórcio contribuem com o valor da parcela acordada. Esse valor vira uma espécie de poupança comum a todos os integrantes do grupo.

O consórcio tem sempre um período de tempo estipulado e, dentro desse período, de tempos em tempos sorteios ou cotas são realizados para determinar quais dos participantes terão direito a carta de crédito da vez e, consequentemente, ao bem ou serviço desejado. 

É importante também dizer que os consórcios são fiscalizados pelo Banco Central do Brasil. Isso significa que essa modalidade de compra é segura e fiscalizada.

4 tipos de consórcio

Agora que já conversamos sobre o que é um consórcio, chegou o momento de saber quais são os tipos disponíveis no mercado. Já dando um spoiler, tem consórcio para todos os tipos de necessidades, olha só: 

Consórcio de automóveis

O consórcio de automóveis tem como objetivo a compra de um carro, caminhão ou motocicleta. O automóvel pode ser novo ou usado. 

Essa modalidade conta com diversos planos de pagamento, tudo depende do valor da carta de crédito. É possível escolher a quantidade de parcelas e o valor das mensalidades.

Consórcio de imóveis

Consórcio de imóveis | QuiteJá

O consórcio de imóveis é uma das modalidades mais conhecidas e tem como função a compra de uma casa própria (ou apartamento).

Ele funciona como os demais tipos de consórcio: um grupo de pessoas, geridos por uma administradora, se reúne para guardar dinheiro juntos e conquistar a tão sonhada casa própria. 

Consórcio de serviços

O consórcio de serviços serve para quem deseja adquirir, por exemplo, um intercâmbio, um curso, um PC gamer, uma festa de casamento e até mesmo uma cirurgia plástica.

Essa modalidade funciona da mesma forma que as demais. A diferença é que aqui o valor dos parcelamentos e o tempo de duração do consórcios são menores. 

 Consórcio de eletrodomésticos

Nessa opção de consórcio o objetivo é a compra de eletrodomésticos. E as coisas por aqui funcionam exatamente da mesma forma que nos outros tipos de consórcio: o consorciado paga as parcelas mensais e espera a contemplação.

 Como fazer um consórcio?

Para fazer um consórcio é preciso entrar em contato com uma administradora e escolher o tipo de consórcio que melhor se aplica às suas necessidades. 

Na administradora você pode optar por:

  • entrar em um grupo em que haja cotas de vagas,
  • entrar no lugar de alguém que desistiu,
  • por meio de transferência, comprar a cota de um participante.

Ao adquirir uma cota de consórcio, é preciso assinar um contrato de adesão. Nesse contrato vão estar especificadas todas as regras e informações que dizem respeito à sua compra.

Vale a pena ficar de olho nas cláusulas que se referem a taxa de administração, prazo de contratação, condições de contemplação e valor das prestações. Esses pontos são bem importantes para garantir que o que foi verbalmente dito, também esteja documentado certinho. 

Quem pode fazer um consórcio?

Quem pode fazer um consórcio? | QuiteJá

Para entrar em um consórcio é necessário apenas ter mais de 18 anos. Isso porque, apenas maiores de idade são autorizados a participar. 

Muitas pessoas também têm dúvida com relação à situação do nome. Mas fique tranquilo, pessoas com o nome sujo podem participar de consórcios sim. Nesse caso, esse aspecto não é um impedimento. 

Vantagens e desvantagens do consórcio

Agora que você já sabe como aderir a um consórcio, é importante também saber quais são as vantagens e desvantagens dessa modalidade de compra. 

Antes de qualquer coisa, é preciso examinar seu orçamento e ter certeza de que você poderá arcar com esse compromisso a longo prazo, combinado? Assim você se certifica de que vai conseguir pagar as prestações e não vai ter problemas financeiros mais para frente.

Além de levar seu orçamento em conta, também é preciso pensar em mais alguns pontos, vem conferir:

Vantagens do consórcio

Compra planejada

O consórcio é muitas vezes chamado de compra planejada e é justamente essa uma das maiores vantagens dessa modalidade. Ao assumir esse compromisso a pessoa terá a certeza de quanto será necessário desembolsar por mês – evitando assim sustos no orçamento.

Menos burocracia

Como já mencionamos, para fazer um consórcio não é preciso ter o nome limpo. E as facilidades não param por aí, você pode adequar suas condições ao modelo de pagamento e as análises necessárias também são mais flexíveis, o que acaba facilitando a aquisição de bens e serviços. 

Valor do bem reajustado

Outro ponto positivo do consórcio: o valor a ser recebido na concessão da carta de crédito sempre é reajustado de acordo com a inflação. Assim o consorciado não sofre com a desvalorização. 

Desvantagens do consórcio

Maior prazo para recebimento do bem

Aqui vamos abordar a maior desvantagem do consórcio: o tempo para ser contemplado. Isso porque, a contemplação pode ocorrer, por exemplo, logo no terceiro mês ou apenas no último. Por isso, quem tem pressa pode acabar não ficando satisfeito. 

Quando o consórcio vale a pena?

O consórcio vale a pena para quem deseja fugir dos juros, já que as únicas taxas aplicadas nesse tipo de compra são as administrativas. Esse também é um bom negócio para quem não tem dinheiro para comprar à vista. 

Quem sofre com a indisciplina na hora de guardar dinheiro da mesma forma  pode apostar no consórcio! Já que nessa opção um compromisso mensal é assumido, como uma “poupança forçada”, isso facilita a junção de uma graninha mensal para alcançar o tão desejado bem ou imóvel.

Qual é o melhor consórcio?

Pode até parecer clichê, mas o melhor consórcio é aquele que se adequa melhor às suas necessidades, e isso pode variar de pessoa para pessoa. Tudo depende do tipo de consórcio que se busca.

No entanto, uma boa forma de avaliar uma administradora de consórcios é vendo o ReclameAqui da empresa. O site do ReclameAqui fornece informações que podem te ajudar a escolher um bom consórcio.

Além disso, uma dica que é universal, mas que vale muito a pena e sempre funciona: pesquise, pesquise bastante. Não feche o primeiro consórcio que encontrar, informe-se, veja outras opções e faça comparações.

Um negócio para ser bom de verdade precisa ser justo e fazer sentido para a sua realidade. Então, na dúvida, sempre procure terceiras e quartas opções. Combinado? 

Qual é o consórcio mais barato?

O consórcio mais barato novamente dependerá de diferentes fatores, como por exemplo a taxa de administração, o valor do fundo de reserva e o prazo de pagamento.

Alguns sites fazem anualmente uma lista com os consórcios mais baratos, tanto de automóveis quanto imobiliário. Verificar essas listas é uma boa maneira de encontrar opções atrativas. 

Consórcio é um bom negócio?

Como vimos durante esse conteúdo, fazer um consórcio pode ser muito benéfico – especialmente para quem tem dificuldade em organizar planos a longo prazo. E como já falamos bastante por aqui, planejamento é tudo!

No entanto, vale a pena sempre examinar sua vida financeira antes de fechar qualquer tipo de negócio. Tá certo? Inclusive, se você estiver precisando colocar pendências financeiras em dia antes de fazer um consórcio, saiba que a QuiteJá pode te ajudar!

Possuímos parceria com diversas empresas de renome nacional e trabalhamos para facilitar a negociação de dívidas. Assim você se livra de débitos e pode correr atrás dos seus sonhos sem preocupação! Curtiu? Acesse nosso site e confira mais informações!

QuiteJá

Uma plataforma que nasceu para resolver suas pendências financeiras de maneira segura e sem burocracia. Tem alguma dúvida? Converse com a gente nos comentários!

Posts Relacionados

Consórcio é investimento ou não?
QuiteJá | 22/06/2022
Dia dos namorados: 10 presentes que não custam nada
QuiteJá | 10/06/2022
A QuiteJá é confiável? 5 motivos para negociar sem medo
QuiteJá | 12/05/2022

Deixe o seu comentário!

Ir para o Topo